quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

CONTE AQUI......

Amigas,
Preciso da ajudinha de vocês nesse post.
Todas nós que fomos mamães sabemos como é díficil incluir na nossa rotina nosssos lindos pimpolhos!
Rotina antes que era, trabalho, casa, amigos, barzinho, shows, passeios, "namoro", tudo antes feito somente a dois!
Agora tudo é a 3!!!
Conte aqui a sua experiência! Como foi essa passagem!
Quanto tempo demorou pra tudo entrar nos eixos.
Quais os momentos mais díficil?
O que lhe tirava do sério?
E o maridão, sentiu muito esse período?
Espero seus depoimentos, vou postar no próximo post!
EU
Confesso que estou num período de transição.
Sem muita paciência, que chato isso!
PRECISO MUDAR, EU SEMPRE PRECISO MUDAR.
Porque eu sempre tenho que mudar?
Acho que me perdi no caminho da maternidade, ou me perdi, ou ninguém consegue me achar.
O fato é que a corrente ainda esta fora da polia.
Vocês entendem né?

5 comentários:

Sylvia disse...

Oi Adriana
Acho que é a primeira vez que comento aqui. Bom, mas vamos direto ao assunto. Desde que Gaby nasceu procuramos inclui-la em tudo o que fazemos, tudo mesmo. Passeios, restaurantes, viagens e tudo o que vamos fazer ela está junto sempre. Aqui em casa as coisas também não mudam, organizo a casa enquanto ela está dormindo, pois não tenho empregada e moro em uma casa grande, então tenho que dar conta de tudo antes dela acordar, ou pelo menos faltar pouca coisa para terminar... ela acorda e começamos nossa rotina. Brincamos juntas, ela me "ajuda" no que estou fazendo, tipo mexe o pó da gelatina com a água, vai me dando os pregadores de roupa, etc. Como dou aulas a tarde, ela frequenta a escola nesse período mas enquanto estamos juntas, fazemos tudo juntas mesmo. E quando papai está em casa, nada muda. Ela continua participando de tudo. Namorar que é mais complicado, temos que esperar ela dormir para poder ficar juntinhos, mas sempre damos um jeito. Claro que tem dias em que estou mais cansada, sem paciência, mas aí entra em ação os dvds queridos dela e tudo fica resolvido!!!
Beijos mil

Anônimo disse...

Olá Madri, no meu caso nada mudou a não ser ter mais uma pessoinha a alegrar o nosso mundo e outra já dentro da barriguinha :))))
a nossa filha é parte de nós, logo tá incluida em tudo o ke fazemos, n sinto necessidade de dias sozinha com meu marido..acho até mesmo coisa de mãe pouco animada para ser simpática hehehe
eu namoro, vejo tv..vou a festas, e a minha filha está presente acordada ou a dormir..hoje o nosso namoro tem mto mais graça com a nossa menina a pedir pro pai me dar beijos na boca em todo o lado..há pouco era na fila do supermercado a gritar dá beijos na mamã lolol
pronto é isto só..filho é uma maravilha é o ke eu acho.. :))

Áries disse...

Bom amiga, vou-lhe ser sincera.
Minha vida mudou e muito após a maternidade e mudou p/ melhor, ao menos p/ mim né?
Minha filha é minha vida, claro que em alguns momentos fico nervosa, sem paciência, mas JAMAIS maltrato minha filha nas horas em que ela faz algo que não devia, sei que faz algumas coisas sem maldade, ela não sabe, não entende, tenho que ter calma.
Amo minha filha e agradeço a Deus por ser mãe, mas minha vida mudou sim.
Marido talvez não tenha gostado de algumas mudanças após a maternidade, minha vida sexual mudou por exemplo, não sinto vontade, desejo, não me faz falta, é minha única reclamação, no mais estou realizada como mãe.
Como disse, meu esposo que sofre coitado rsrsrsrsrs, não sinto vontade mesmo, mas ele é compreensivo, sorte minha rsrsrsrsrs.
No mais, não ligo p/ programinha a dois, a três com minha pequena é muito melhor, embora dificilmente saimos todos juntos, se minha filha estiver comigo tá tudo bem.
Ser mãe é uma benção de Deus, minha filha é minha vida.
Posso ter outros problemas, mas ver, ter, poder abraçar, beijar e estar o tempo todo com minha filha é o que me importa, é o mais importante na minha vida, minha filha hoje é motivo da minha felicidade.
Espero que essa fase passe na sua vida, olhe sua filha linda e saudável e agradeça a Deus amiga, ela é o que vc tem de maior valor na sua vida, acredite, ela é seu maior tesouro.
Seja feliz sempre, calma, paciência, na hora da raiva respire fundo, conte até 10, olhe p/ sua filha e agradeça a Deus por ter ela e por ela ser perfeita e saudável.
Bjos amiga e melhoras aí com seus pensamentos confusos.
A vida é bela, lembre-se disso.
Feliz 2011

Anônimo disse...

Oi amiga!!!

Então, a vida muda sim depois do filho. As atençoes se dividem muito. No meu caso demourou para tudo entrar nos eixos. Foram muitos desentendimentos até a calmaria. O que aprendi a fazer é separar no dia-a dia mesmo a MÃE, da MULHER e da AMANTE! Como?????
Faço assim:
Tenho os momentos só, quando vou na massagem ou simplesmente converso com minhas amigas...

Tenho os momentos a tres quando brinacmos, passeamos e tudo mais juntos..

E tenho os momentos a dois.. hum hum... Sempre tem um dia da semana, ou quinta ou sexta... que minha mae ou a babá fica com nosso filho para sairmos a noite.. vamos a um barzinho, conversamos muito, rimos, saimos com amigos também.... programa de gente grande mesmo....

É muito bom e a vida fica mais leve.... Todo mundo fica feliz e a familia unida....


Bjos ...
Janine

Lindinha* disse...

Oi, Adriana, estou nessa vida de mãe das pouco tempo, a Alice faz 5 meses dia 17, mas como a gravidez foi muito bem pensada e planejada, está tudo indo muito bem, somos 3 e nos divertimos muito juntos, a noite depois da Alice dormir (perto das 21:00) conversamos, lemos, tomamos uma cervejinha, tudo mito tranquilo e gostoso nessa nova fase da nossa vida.
bjs